Placas Mercosul. Prejuízo ou Benefício?

Tempo de leitura: 3 minutos

Placas Mercosul. Prejuízo ou Benefício?

Várias são as mudanças que estão acontecendo no trânsito brasileiro, uma delas é a implantação das novas placas de padrão Mercosul.

Somente quem tiver placa antiga, primeiro emplacamento, troca de município ou propriedade precisará adotá-la.

Muitas pessoas já estão aderindo à esse novo modelo, saiba aqui nesse artigo algumas curiosidades sobre essas placas que estão virando notícia.

Preço

Varia de estado para estado. O primeiro estado que já aderiu é o Rio de Janeiro, o custo é de R$219,35 para quem faz uma troca voluntariamente. Foi declarado pelo Departamento Estadual de Trânsito (DETRAN-RJ) que o preço é o mesmo que cobrava pelas placas no padrão antigo.

Para veículos novos continuará como antes, é cobrada a taxa referente ao 1° registro do veículo no estado.

Mudança

Por enquanto, só é necessário realizar a troca ou colocar as placas quem apresentar um desses quesitos:

  • Carro novo;
  • Veículos que passaram por transferência de proprietário;
  • Veículos que passaram por mudança de município;
  • Troca de categoria, como um taxi que vira um carro de passeio ou vice versa.
  • Placas que ainda não foram aprovadas pela vistoria ou estão danificadas.

Quem não segue nenhum desses requisitos citados acima, mas quer mudar a placa voluntariamente será possível apenas se o Estado tiver adotado o novo sistema.

Tamanho

O tamanho da nova placa é o mesmo da antiga ( 40cm de largura por 13cm de altura). Muitas pessoas acreditavam que ela seria maior, comparando até com a da União Européia que tem 52cm.

Contudo, o Denatran autorizou que se necessário, o dono do veículo ao perceber que a placa não cabe no receptáculo do veículo, é possível diminuir em 15%, desde que preserve o QR code e a Bandeira do Brasil.

 O que mudou?

A mudança visual é grande, aos veículos particulares de cinza, passou a ter um fundo branco, a parte superior em azul com o nome do país e a bandeira no canto.

Alem da cor a sequência também foi alterada. De três letras e quatro números, as novas placas possuem quatro letras e rês números, dando a oportunidade de ter mais de 450 milhões de combinações. O sistema antigo era limitado em 175 milhões de combinações.

Os veículos que precisam de placas diferentes, a cor vai continuar a mesma dos carros particulares, tendo apenas a mudança da moldura e das letras que serão com as cores destinadas.

Mas como vou saber de qual cidade é?

A plaqueta que fica no lado superior possui a cidade e o estado, porém nas novas placas não terão mais, sendo substituídos pelo nome do país (Brasil)

Conclusão

Ainda que tenha muitas diferenças comparada com a antiga placa, ainda assim os brasileiros precisarão fazer a troca. O prazo ainda não foi definido oficialmente, porém enquanto ainda não é obrigatório para alguns, aproveite sua placa cinza, pois logo a nova placa Mercosul vai atingir todos os veículos.

Para quem gostou do novo modelo, vale a pena fazer a troca!

Entre opiniões divididas, a nova placa virá e será mais uma de muitas mudanças que aconteceram e acontecerão, a dica é sempre ficar ligado aqui no blog da Máxxima e saber das mudanças que ocorrem no mundo veicular!

Para mais informações, acesse o site do DETRAN, Denatran, ou entre em contato com o DETRAN de sua cidade.

Acesse nosso blog, e fique por dentro das notícias e saiba como se manter seguro!